26 de junho de 2018

BIPAP ou CPAP: Saiba qual é a diferença entre os dois aparelhos

Os aparelhos de CPAP fornecem um fluxo constante e contínuo de ar pressurizado às vias aéreas do paciente para evitar que elas entrem em colapso e causem eventos de apnéia do sono.

Ambas as máquinas CPAP e BIPAP são eficazes para tratar a apneia do sono, doenças respiratórias e cardio-respiratória.

Em muitos casos, quando se trata de CPAP x BIPAP, sabemos que o BIPAP facilita a adaptação por trabalhar com diferentes níveis de pressão (inspiração e expiração) mas, devido ao custo mais elevado, muitos médicos e especialistas acabam receitando o uso do BIPAP somente em casos extremamente necessários, dos quais não caberia uma adaptação com CPAP.

Neste post, nós vamos apresentar algumas das características do BiPAP e mostrar quais são as principais diferenças entre o CPAP e BiPAP, confira!

Quais são as principais diferenças entre o CPAP e o BIPAP?

A principal diferença entre as máquinas BiPAP e CPAP é que o aparelho BiPAP é um dispositivo binível, que permite a configuração de dois níveis diferentes de pressão: uma sobre a inspiração (IPAP) e outra sobre a expiração (EPAP).

Essa configuração dupla (biníveis) facilitam a expiração (EPAP) fazendo com que o esforço para exalar seja mais baixo facilitando a adaptação.

Os equipamentos BIPAP são indicados para diferentes tipos de tratamento, inclusive para pacientes que necessitam de apoio respiratório em períodos maiores que 12 horas.

Quem se beneficiaria da terapia BiPAP?

O BIPAP é usado para tratar a apneia central do sono e/ou a apneia obstrutiva do sono grave. Também é prescrito para pacientes que possuem dificuldade respiratória, doenças neuromusculares e doenças cardíacas.

Como determinar o tipo de aparelho que você precisa?

Após um estudo de titulação de CPAP/BIPAP e associações do histórico do paciente como doenças de base, o seu médico especialista no sono irá determinar quais são as configurações ideais de pressão para o uso do aparelho e definirá qual tipo de equipamento será indicado para o tratamento ideal para resolução dos eventos respiratórios e demais patologias associadas.

Como funciona o ajuste de pressão automático do BiPAP?

Para pacientes que precisam de um ajuste de pressão mais alto, a expiração do ar pode ser difícil, como se tivessem que forçar a respiração para fora.

Para esses casos, o BiPAP pode ser configurado para incluir um recurso de tempo e medir a quantidade de respirações por minuto que uma pessoa deve receber. Evitando que o tempo entre as respirações exceda o limite definido e aumentando temporariamente a pressão do ar para que a pessoa volte a respirar normalmente.

Já o aparelho de CPAP só pode ser configurado para uma única pressão (inspiração) que permanece constante durante a noite.

Obs: Alguns modelos de CPAP possuem um recurso de rampa que começa com uma configuração de pressão mais baixa e aumenta gradualmente até a pressão prescrita. Também contamos com APE ou AFLEX ( Alívio de pressão expiratória), ajudando o paciente a expirar mais facilmente.

Os efeitos colaterais BIPAP/CPAP:

Os efeitos colaterais que podem ocorrer são dores de cabeça, rinite ou coriza, congestão nasal, dor de garganta, irritação nos olhos e na pele e problemas de estômago como a indigestão. Efeitos comuns mas que não são muito graves para o paciente.

Curiosidade: O nome BIPAP é registrado pela marca Philips Respironics, os aparelhos biníveis da Resmed são chamados de VPAP.

E aí, gostou do conteúdo? Deixe nos comentários as suas dúvidas sobre o aparelho e a nossa equipe poderá te responder!

Acesse também a loja da CPAP FIT para encontrar as melhores opções de CPAPs e BIPAPs/VPAPs para o seu tratamento.

CPAP Fit

A CPAP FIT é um ecommerce especializado em produtos médicos hospitalares.

FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL Confira o regulamento.
12X SEM JUROS NO CARTÃO
FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL