1 de outubro de 2019

Apneia do sono: saiba como seu tratamento é feito

Ter uma noite de sono ruim é prejudicial em vários sentidos. No dia seguinte, você acorda indisposto, mais cansado do que quando dormiu e não consegue se concentrar em nenhuma atividade de sua rotina. Problemas respiratórios muitas vezes justificam essa agitação noturna. O mais comum é denominado apneia do sono.

É necessário primeiro, ser diagnosticado com o problema para um tratamento adequado. Caso se identifique com alguns sintomas procure um médico especialista em medicina do sono para diagnostico através do exame de polissonografia noturna e com resultado de sequência no tratamento com orientação médica.

Se você deseja mais sobre a apneia do sono e como ela é tratada, acompanhe este artigo e tire suas dúvidas acerca do assunto.

O que é apneia do sono?

A apneia do sono consiste no fechamento parcial ou total das vias respiratórias enquanto dormimos. Isso acontece porque os músculos localizados na garganta relaxam, o que obstrui as vias aéreas impedindo uma respiração contínua natural.

O problema é bastante crítico, visto que resulta em uma diminuição drástica do nível de oxigênio no sangue. O cérebro, então, recebe a mensagem de que você não está respirando como deveria e envia um alerta para o organismo resultando em despertares.

A partir disso, é necessário despertar para que as vias respiratórias se abram novamente e a respiração se normalize. Porém, isso acontece várias vezes durante a noite, causando roncos, sensação de sufocamento e impedindo o descanso definitivo (sono reparador), causando diversas alterações no organismo e riscos de doenças cardiovasculares.

Como seu tratamento é feito?

Após o resultado do exame de polissonografia o médico toma a conduta e faz as devidas orientações para cada caso. Existem alguns tratamentos específicos para apneia do sono, a terapia chamada de pressão positiva continua indicada para este distúrbio.

Ela consiste em uma pressão aplicada através de um aparelho CPAP que permite a passagem de ar e consequentemente o oxigênio. Além disso, proporciona a consolidação do seu sono uma vez que os despertares diminuem e o seu sono se torna tranquilo e reparador.

Com isso, você deverá usar máscaras adequadas para sua respiração e estrutura que ajudam a manter o controle da respiração durante o tratamento. É importante também respeitar todas as recomendações do especialista, além de cumprir a frequência exigida para tratar seu caso. Em casos mais graves, é recomendado uma terapia binível, que utiliza uma pressão mais forte durante o tratamento.

E como prevenir esse problema?

Apesar de ter tratamentos bastante eficientes, é importante lembrar que é possível prevenir esse problema, que é considerado uma questão de saúde pública com altos custos de diagnóstico e tratamentos, não sendo acessíveis a população.

As orientações para reduzir os riscos e sintomas são: levar uma vida saudável realizando exercícios físicos e mantendo uma alimentação balanceada, evitando assim o sobrepeso que é uma das principais causas da apneia do sono.

Fumantes devem se dedicar a abandonar esse hábito, que agrava a situação por afetar diretamente as vias respiratórias e também é ruim para o organismo de maneira geral. Por fim, consumir menos bebidas alcoólicas faz com que o ciclo do sono não sofra interferências, e nem o relaxamento da musculatura da garganta, que precisa ocorrer de maneira natural.

Como foi possível identificar, dormir bem e não ter mais que lidar com a inconveniência da apneia do sono é viável. Agora, aproveite para se informar também sobre a oxigenoterapia, um dos tipos de tratamento mencionados para essa situação.

Como está o seu sono? Se você está com dificuldades para dormir, ficamos à disposição para auxiliar!

CPAP Fit

A CPAP FIT é um ecommerce especializado em produtos médicos hospitalares.

FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL Confira o regulamento.
12X SEM JUROS NO CARTÃO
FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL