artigos_cpap_dezembrodesconforto-para-dormir-o-que-pode-ser
18 de dezembro de 2020

Desconforto para dormir: o que pode ser?

Muitas pessoas relatam desconforto para dormir, o que acaba causando problemas como insônia e sonolência extrema durante o dia. A melhor forma de lidar com isso é descobrindo o que provoca esses incômodos para, então, buscar a melhor maneira de tratá-los. Para ajudar você, listamos os principais desconfortos na hora do sono e a sua relação com uma doença conhecida como apneia.

Continue lendo o nosso artigo e saiba mais!

Desconforto para dormir: quais são os mais recorrentes?

Veja quais são os desconfortos para dormir mais comuns!

Ronco

Essa condição afeta muitas pessoas, prejudicando não apenas o seu sono, mas também o de quem dorme próximo a você. De acordo com a Associação Brasileira de Odontologia do Sono, 24% dos homens e 18% das mulheres de meia-idade roncam.

Já na terceira idade, esse índice aumenta, respectivamente, para 60% e 40%. O ronco acontece quando há a vibração dos tecidos moles da garganta e quando há dificuldade para o ar passar pela via respiratória superior.

Ele é mais comum em pessoas acima do peso e tende a piorar com o passar dos anos, ficando mais alto e longo.

Além disso, existem outros fatores que também pode influenciar esse quadro, como:

  • consumo de álcool no período noturno,
  • medicamentos sedativos,
  • cansaço físico intenso.

Sudorese

A sudorese noturna pode causar muito desconforto e atrapalhar o sono, tanto o seu quanto do seu parceiro. O suor não precisa, necessariamente, estar ligado com altas temperaturas. Há pessoas que suam mesmo em temperaturas amenas durante a noite, podendo causar alergias e outros problemas de pele, além de mau cheiro no quarto.

Falta de ar

A falta de ar também é um desconforto para dormir bem comum. Ela faz com que as pessoas não consigam respirar normalmente e acordem diversas vezes durante a noite. Como consequência direta disso, o indivíduo não consegue pegar no sono pesado, o que faz com que ele não descanse e acorde com dor de cabeça e muito cansado.

Parada respiratória

A parada respiratória durante a noite também é um desconforto para dormir e causa muita preocupação. Ela é uma versão mais séria da falta de ar e, caso não seja tratada, pode ter sérias consequências. Mas o que muitas pessoas não sabem é que todos esses desconfortos listados aqui estão diretamente relacionados com a apneia.

O que é a apneia?

A apneia é o nome popular da Síndrome da Apneia e Hipopneia Obstrutiva do Sono, a SAHOS. Esse distúrbio respiratório tem uma prevalência de 4% para homens e 2% para mulheres, ocorrendo mais comumente em pacientes entre 40 e 60 anos. A doença faz com que, durante o sono, os tecidos moles da garganta entrem em colapso, causando a obstrução parcial ou total. No caso da parcial, há a falta de ar. Já no total, há as paradas respiratórias.

Além disso, está diretamente ligada com outras morbidades, como:

  • hipertensão,
  • doença arterial coronariana,
  • acidente vascular cerebral,
  • arritmias,
  • síndrome metabólica,
  • diabetes.

Dessa forma, ao ter desconforto para dormir causado por algum dos fatores citados acima, é essencial descobrir se ele não tem relação com a síndrome.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico da SAHOS é feito através de um exame e da quantificação da sonolência diária. O exame, também chamado de polissonografia, utiliza equipamentos profissionais que fazem o monitoramento do batimento cardíaco e da respiração do paciente.

Assim, é possível analisar a quantidade de eventos de apneia que ocorrem por hora, o que indica a gravidade da condição.

Em geral, a classificação funciona dessa forma:

  • entre 5 e 4 eventos/hora: leve,
  • entre 15 a 30 eventos/hora: moderado,
  • mais de 30 eventos/hora: grave.

Além do exame, também é utilizada a escala de Epworth para avaliar a sonolência durante o dia.

Se você quiser fazer esse teste de forma completamente gratuita, acesse esse link e faça o teste de sono da CPAP FIT.

Como é feito o tratamento da apneia?

O tratamento tem como objetivo diminuir o conforto para dormir e proporcionar um sono mais saudável para os portadores de SAHOS. No caso de apneia moderada ou grave, ele é feito através do uso de equipamentos chamados CPAP. Esse aparelho gera e direciona um fluxo contínuo de ar através de uma máscara, que pode ser nasal ou sobre toda a face, para a área respiratória superior do paciente.

Esse fluxo de ar conta com uma pressão que deve ser definida por um especialista, que evitará o colapso dos tecidos moles da garganta. Através do uso diário, o paciente consegue ter menos desconforto para dormir e tem um sono reparador, além de prevenir outras doenças, como as citadas anteriormente.

Dessa forma, o primeiro passo para o tratamento da SAHOS é buscar um médico especialista e fazer o exame. Se você ainda tiver alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco. Podemos ajudar você a diminuir o desconforto para dormir.

CPAP Fit

A CPAP FIT é um ecommerce especializado em produtos médicos hospitalares.

FRETE GRÁTIS PARA TODO O BRASIL Confira o regulamento.
12X SEM JUROS NO CARTÃO
10% DESCONTO NO PIX OU BOLETO